Pontos Turísticos – Simão Pereira

Açude Miragem

Possui uma ciclovia no seu entorno. Localiza-se no Condomínio Rural Miragem na Estrada União Indústria, km 23. Visitação livre.

.

Cachoeira da Fazenda da Constituição

Fazenda antiga produtora de cachaça, onde possui uma bela cachoeira. Localiza-se na Estrada Municipal de Simão Pereira a Santana do Deserto. Para visitação, marcar com Ronald na prefeitura pelo telefone (32) 3277-1122.

.

Cemitério da Rocinha Negra

O cemitério é o último vestígio da sesmaria do Paraibuna, vulgarmente chamada de Rocinha da Negra. Localiza-se no Cabuí Country Club. Para visitação entrar em contato com a prefeitura: (32) 3272-1122.

.

Centro Cultural Simão Pereira de Sá

Biblioteca Municipal localizada na Praça Nossa senhora da Glória, s/nº. Local onde está sendo construída uma sala para teatro para 30 pessoas.

.

Fazenda Mundo Novo

fazenda-mundo-novo

Patrimônio Histórico Estadual. Para visitação deve-se agendar com no mínimo 20 dias de antecedência e no máximo 20 pessoas por visita. Marcar com Ronald na prefeitura pelo telefone (32) 3272.1122

.

Fazenda São Sebastião

Estrada municipal de Simão p/ Santana do Deserto. Marcar visita na prefeitura com Ronald.

.

Floresta Primária

Localizada na Fazenda São Paulo, apresenta mata nativa com fauna e flora abundantes, cachoeiras e riachos. Para visitação, marcar com Ronald na prefeitura pelo telefone (32) 3277-1122.

.

Pedra do Paraibuna

pedra-do-paraibuna

Localizada em Levi gasparian, na Estrada União Indústria, km 32. Pratica-se escalada, rapel, asa delta e parapente. Visitação livre.

.

Registro do Paraibuna

registro-de-paraibuna

Lugar utilizado para fiscalizar os carregamentos oriundos especialmente das Minas Gerais. Localiza-se na Estrada União Indústria. Para visitação, marcar com Ronald na prefeitura pelo telefone (32) 3277-1122.

.

Rio do Peixe

Localiza-se na área limítrofe ao município, onde se pratica pesca. Visitação livre.

.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Glória

simao-pereira

.

Estação Ferroviária

cotegipe071

A estação de Cotegipe foi inaugurada em 1875. O nome foi dado em homenagem ao Barão de Cotegipe, João Maurício Wanderley. A estação tem em alguns dísticos o nome de Barão de Cotegipe. Fica junto ao rio Paraibuna, onde deságua o rio do Peixe. Foi restaurada recentemente, mas seu uso me é ignorado (2007). Alguma alma caridosa andou pintando o prédio da antiga estação, incluindo até a caixa d’água na missão de boa vontade. Entretanto, o imóvel está fechado, não se percebe ainda alguma destinação que o preserve indefinidamente. Menos mal, uma vez ou outra nos deparamos com situações ferroviárias que nos mostram que nem tudo está perdido. Há também duas casas geminadas construídas pela EFCB. São seis casas ao todo, todas com a data 1951 e com inscrições da quilometragem da linha. Uma já foi demolida, as cinco restantes invadidas. Interessante é a igrejinha, ao fundo, sobre a colina. No livro do Max Vasconcelos (1928) ele se refere a ela como uma linda capela que chama a atenção do passageiro. Hoje, infelizmente, está abandonada e em ruínas, sustentando-se de pé sabe lá Deus como. Nem há mais passageiros para admirá-la (Gutierrez L. Coelho, 7/10/2007).

.

Fonte:  http://www.ferias.tur.br/

 

Copyright © GUIA DA ESTRADA REAL - O seu guia de bolso