Pontos Turísticos-Minduri

Cachoeira Quebra Chifres

cachoeira quebra dos chifres

Cachoeira de água pura e cristalina, localizada a 12km do centro da cidade, sentido São Vicente de Minas; existe sinalização desde a saída da cidade até à cachoeira.

.

Cachoeira do Rene

Localizada próxima à estrada sentido Chapada; há sinalizações até a cachoeira.

.

Cachoeira do Vorney

cachoeira do vornei

Localizada próxima à estrada sentido Chapada das Perdizes; há sinalização completa desde a saída da cidade até à cachoeira.

.

Chapada das Perdizes

chapada dos perdizes

Chapada das Perdizes localizada na estrada da Serra sentido Carrancas; reúne formações rochosas de mais de 300 milhões de anos, cachoeiras, trilhas ecológicas e uma vista privilegiada de toda a região, do alto de seus 1600 metros de altitude; existem locais para a prática do rappel, vôo de parapente e asa delta, trecking e infra-estrutura para camping.

.

Grutas e Cavernas

Grutas e cavernas não nomeadas, pertencentes à Chapada dos Perdizes.

.

Museu

Estão expostas antiguidades da cidade pertencentes à Rede Ferroviária e artesanatos da comunidade

.

Igreja Sagrado Coração de Jesus (Igreja Matriz)

minduri

Concluída em 1957, a igreja tem estilo arquitetônico pertencente à fase de transição entre o ecletismo e o modernismo; localizada no topo do morro, colocando o templo em destaque na paisagem urbana; no seu interior está a imagem do Sagrado Coração de Jesus esculpida em madeira de cedro policromado, medindo 2,20 m de altura por 0,90 cm de diâmetro, pelo artista plástico Roberto Guimarães, residente de Minduri; o acervo da igreja matriz é variado, constando de várias imagens sacras, objetos e vestimentas litúrgicas, além de livros e bens móveis de grande valor para o patrimônio histórico devocional dos midurienses; a igreja tem capacidade para cerca de 500 pessoas; o paisagismo dos jardins do entorno foi projetado por Marco Antônio de Resende Leite, em 1988
Casa da Estação Ferroviária – prédio tombado pelo Patrimônio Histórico e Cultural de Minduri

.

Árvore de Óleo

Arvore

Tombada em 2004 pelo Decreto Municipal nº 670 por seu valor histórico, natural e paisagístico; a Árvore de Óleo é um elemento centenário da paisagem natural de Minduri; tem aproximadamente 150 anos de idade; sua fixação no local ocorreu por dispersão natural, à medida que sua espécie se enquadra nas espécies características da vegetação do cerrado; vulgarmente conhecida como copaíba, copaibeira de minas, cupaúva, cupiúva, oléo de copaíba, copaí, cobiúba, ou pau-d´óleo, recebeu, em Minduri, o nome de Árvore de Óleo – o nome Copaíba, de origem guarani, refere-se, justamente à presença de um óleo resinoso, de agradável odor, que escorre pela casa; o óleo é bastante conhecido e relevante no campo da indústria terapêutica, com propriedades medicinais. A Árvore de Óleo tem 11 metros e meio de altura, seu tronco tem 4 metros de diâmetro e sua copa atinge 22 metros de diâmetro. A posição elevada da Árvore de Óleo confere a seus visitantes um vista privilegiada da cidade e do Planalto Compartimentado da Serra da Mantiqueira, ao norte do município. As lendas e histórias que a cercam personificaram-se na sua imperiosa estrutura, que traz consigo toda uma bagagem histórica, imaginária e sentimental, além da sua função ecológica e estética de inegável valor para o minduriense.

 

 

Fonte: http://www.correiodopapagaio.com.br/

Copyright © GUIA DA ESTRADA REAL - O seu guia de bolso