Pontos Turísticos-Cruzeiro

Garganta do Embaú

garganta do embau

A Garganta do Embaú localiza-se na Serra da Mantiqueira com 1185 m de altitude, na divisa com o município de Passa Quatro no Estado de Minas Gerais. A área onde localiza-se o atrativo é de propriedade da Prefeitura Municipal de Cruzeiro. O atrativo é uma passagem natural na Serra da Mantiqueira, utilizada pelos bandeirantes no período do Ciclo do Ouro. O Embaú, primeiro núcleo de Cruzeiro, surgiu diretamente com os Bandeirantes no século XVI. Palmilhando o sertão pelo Caminho Velho (Estrada Real), buscavam alcançar a garganta do Embaú, local estratégico e facilitador da travessia, já que era o trecho mais baixo da serra da Mantiqueira, este ponto de passagem levava os viajantes às terras dos Cataguás, em Minas Gerais. Anos mais tarde, os construtores da ferrovia utilizaram-se dessa passagem natural para construírem o trajeto da via férrea. O mesmo aconteceu, posteriormente, com a rodovia SP-52. No local encontra-se água mineral vinda da Serra da Mantiqueira, amoras silvestres e pode ser percorrido um trecho de trilha ao lado da linha férrea. Seu acesso é feito pela SP 52 – Rod. Dr. Avelino Junior, no Km 25, faz divisa com Passa Quatro – MG, dista aproximadamente 25 km do centro da cidade.

.

Focinho do Cão

pico focinho do cao

O Pico do Focinho do Cão localiza-se na Serra da Mantiqueira, a cerca de 15 Km do centro do município. O acesso ao atrativo é feito, partindo da região central do município, pela rodovia SP-52, até o bairro do Entre Rios, seguindo-se por estrada municipal até a Fazenda Perequê e, a partir daí, por trilha até o atrativo. O trajeto, até a o bairro do Entre Rios, é feito por via pavimentada e sinalizada. Deste ponto até o topo uma caminha de nível médio de 3 horas. O atrativo possui altitude de 1.219 metros de altitude. Sua forma assemelha-se a um grande focinho de cachorro. O local é apropriado para a prática de vôo livre. Na rodovia SP-52, próxima ao atrativo, há lanchonetes.

.

Toca das Andorinhas

A Toca das Andorinhas localiza-se na Serra da Mantiqueira, entre os Picos do Itaguaré e dos Marins, na divisa dos municípios de Cruzeiro e Piquete. A área onde se localiza a cachoeira é de propriedade particular. O acesso ao atrativo é feito, partindo da região central do município, pela rodovia SP-52, até o Km 6, de onde se segue por estrada municipal, por mais 10 KM, até o bairro Rio Monteiro e , a partir daí, por trilha de aproximadamente 4 Km até o atrativo. O trajeto, até a o bairro Rio Monteiro, é feito por via pavimentada e sinalizada. O atrativo está localizado a uma altitude de 1.700 metros. É uma cachoeira de rara beleza e tem seu nome diretamente ligado às aves que habitam a região. No bairro Rio Monteiro, próximo ao atrativo, há pousadas e restaurantes.

.

Museu Major Novaes

museu

O imóvel também conhecido como “Solar dos Novaes” – Fazenda Boa Vista foi construída em 1805, e é considerado o núcleo inicial do município, vinculado à história da cidade. O acervo do museu conta com móveis coloniais, cristaleiras procedentes da Itália e documentos históricos, como cartas trocadas com a Família Imperial. Sua majestade D. Pedro II tinha um grande prestígio a seu compadre, o Major Novaes. O museu foi tombado como monumento histórico por decreto do Governo Estadual em 24 de setembro de 1969.

.

Igreja Matriz da Imaculada Conceição

igreja matriz

Cartão postal de Cruzeiro, localizada no coração da cidade, a igreja de arquitetura de estilo neoclássico teve suas obras iniciadas em 1830. Recentemente passou por uma restauração e a tradicional pintura azul da igreja foi substituída por bege.

.

Igreja Santa Cecília
Construção concluída em dezembro de 1896.

.

Capitólio, Teatro Municipal

capitolio

Construído em 1929, possui espaço para exposições e uma excelente acústica. Já foi palco de shows de artistas nacionais importantes.

.

Bosque Municipal

bosque municipal

Parque municipal com 28.869 m², possui um mini zoológico, pista de bicicross, parque infantil, pista de cooper, e um lago com pedalinhos.

.

Praça Belvedere Santo Cruzeiro

Praça urbanizada de onde é possível ter uma vista geral da cidade, emoldurada pela Serra da Mantiqueira. Localizada no perímetro urbano no bairro do Jardim América.

.

O Grande Túnel da Mantiqueira

tunel

O túnel é de propriedade da Rede Ferroviário Federal S.A., com concessão para a Prefeitura Municipal de Cruzeiro. O atrativo foi construído em 1882 pelo engenheiro Herbert E. Hunt, e inaugurado em 5 de março de 1884, por determinação do Imperador Dom Pedro II, para fazer a ligação entre os Estados de São Paulo e Minas Gerais para servir a Estrada de Ferro Minas and Rio. A estrada de ferro foi à última construída pelo Visconde de Mauá. No dia 22 de junho de 1884 ocorreram a inauguração da Estrada de Ferro Minas and Rio e a primeira viagem de trem que teve como convidados de honra os imperadores Dom Pedro II e Dona Tereza Cristina, juntamente com a princesa Isabel, o Conde D´Eu e o Major Novaes, fundador de Cruzeiro. Por causa do Grande Túnel, ocorreu um dos mais importantes episódios da história do município, a primeira visita do Imperador D. Pedro II a Cruzeiro. Em junho de 1882, o Imperador D. Pedro II e sua comitiva visitaram a cidade, com o objetivo de inspecionar as obras de construção da Minas and Rio Railway e do Grande Túnel. O Túnel foi, também, local estratégico na Revolução Constitucionalista de 1932, na qual foi frente de batalhas e um dos pontos mais visados pelas tropas inimigas. Ainda há preservadas na área, valas utilizadas como trincheiras pelos paulistas durante as batalhas contra tropas federais. O Grande Túnel está localizado na Serra da Mantiqueira, exatamente abaixo da famosa Garganta do Embaú na divisa dos estados de São Paulo e Minas Gerais, no Km 25 da Via Férrea Centro-Oeste. O acesso é feito pela Rodovia SP-52, seguindo-se até a Santa imagem de Nossa Senhora Aparecida colocada à margem da Rodovia, na divisa dos estados e, a partir daí, a pé numa trilha de 500m aberta na mata. O Túnel possui 996 metros de comprimento e está localizado a uma altitude de aproximadamente 900 metros. O Grande Túnel pode ser visitado diariamente, por se tratar de um lugar aberto. As visitas devem ser realizadas durante o dia e, para atravessar o túnel, é recomendado o uso de lanterna. 25KM CENTRO.

.

Belvedere “A Santa”

Local de vista exuberante para usuários da SP-52, própria para descanso, lanches e beber água em fonte natural. A vista deste local é aproximadamente de 1.800 metros de altitude. Denomina-se “A Santa” devido à imagem de Nossa Senhora Aparecida, instalada sobre um altar. Localiza-se na Serra da Mantiqueira, e assim denominada APA; distante de 21 Km da sede de Cruzeiro, no sentido Cruzeiro/SP – Passa Quatro / MG. É, também, nesse local, a 200 metros, que encontramos o famoso túnel ferroviário, palco da revolução Constitucionalista de 1.932. O túnel tem 1 km, onde há entrada do lado de São Paulo e termina no lado de Minas Gerais.

.

Pico do Itaguaré

pico do itaguare

Um dos pontos culminantes do estado, localizado na Serra da Mantiqueira, com acesso pela SP 52. Possui 2.308 metros de altitude e do seu topo é possível avistar todo o Vale do Paraíba. Não é explorado turisticamente, sendo utilizado somente por aqueles que praticam montanhismo.

.

Pico dos Marins

Pico_Dos_Marins11

Possui 2.422 metros de altitude, de onde é possível visualizar parte do Sul de Minas e do Vale do Paraíba. Local excelente para prática de montanhismo, com via de acesso por Piquete.

.

Cachoeira do Cantagalo

cachoeira do cantagalo

Trecho do rio Brejetuba tem uma nascente com piscinas naturais, Área para camping, campo de futebol, restaurante e estacionamento. Localiza-se próximo ao Bairro do Brejetuba, com bar, restaurante, campo de futebol, várias fazendas agropecuárias e casas de campo. Chega-se ao local pela entrada de acesso para Passa Quatro, retornando por Passa Vinte a esquerda, utilizando Vicinal.

.

Gruta Reino Encantado

reinoencantado_g

Localiza-se na Serra da Mantiqueira, na Estrada Cruzeiro/Pinheiros, encontrando o local de beleza natural, com um pequeno regato que corre por sobre rochas vulcânicas, onde surge uma caverna perfurada pelo próprio riacho, com 500 metros, voltando a ser regato novamente à luz do sol. Possui uma Área para camping rústico, pic-nic e estacionamento.

.

Estação Ferroviária Central

estaçao

A Estação Ferroviária Central localiza-se no centro do município, próxima à Rua Engº Antônio Penido e Travessa Hílton Federici. A estação é de propriedade da Rede Ferroviária Federal S.A., com concessão para a Prefeitura Municipal de Cruzeiro; abrigou em suas instalações, por muitos anos, a sede da diretoria dos escritórios mineiros da rede de viação. O atrativo foi inaugurado em 1885, é um dos prédios mais antigos da cidade e foi um dos grandes marcos do desenvolvimento de Cruzeiro. A Estação foi construída para ser o ponto de partida da ferrovia Minas and Rio e entroncamento com a D. Pedro II. A inauguração da ferrovia Minas and Rio deu-se com a viagem do Imperador D. Pedro II e sua família até a cidade mineira de Três Corações. Em torno da Estação surgiu o núcleo urbano que deu inicio à cidade de Cruzeiro. Em frente à Estação, há várias locomotivas e carros de passageiros, verdadeiras relíquias, em variados estágios de restauração, o trabalho esta sendo realizado pela ABPF – Associação Brasileira de Preservação Ferroviária, uma entidade particular, sem fins lucrativos, que tem como principal foco o resgate da memória ferroviária. A Estação Ferroviária encontra-se em local aberto e de livre acesso e, portanto, pode ser visitada em qualquer data a qualquer hora do dia.

 

 

Fonte: http://www.ferias.tur.br/

Copyright © GUIA DA ESTRADA REAL - O seu guia de bolso